O efeito Trompe L’oeil – Um truque de perspectiva que dominou o mundo da moda

por Francieli Hess
/ 17 outubro 2016

Derivada do francês, a expressão Trompe-l’oeil significa, literalmente, “engana o olho”. Trata-se de uma técnica artística que usa truques de perspectiva para criar uma ilusão de ótica, fazendo com que um desenho bidimensional aparente possuir três dimensões. O efeito foi um dos pontos chaves da coleção Primavera 2016 da Gucci, onde aparecia formando babados, gravatas e até mesmo cintos. No entanto, engana-se quem pensa que Alessandro Michele foi o precursor da tendência: o caso de amor do Trompe-l’oeil com a moda é tão antigo que remete aos tempos de Salvador Dalí e Elsa Schiaparelli.

trompe-loeil-trend

Efeito Trompe-l’oeil na moda: de 1930 a 2016

O Trompe-l’oeil foi muito utilizado na arquitetura e na pintura para criar efeitos visuais, sobretudo no período Barroco. Durante a década de 1930, a técnica foi incorporada pelo mundo da moda através da estilista italiana Elsa Schiaparelli. Sempre em busca da fusão entre a moda e a arte, Schiaparelli criava peças com grande influência dos artistas do movimento Surrealista, como Salvador Dalí, seu amigo pessoal. A primeira criação da estilista foi, justamente, um suéter preto com uma gravata branca criada pelo efeito  Trompe-l’oeil, peça que fez sucesso e foi rapidamente aclamada pela Vogue como a roupa mais desejada da estação.

trompe-loeil-schiaparelli-e-hermes

Schiaparelli à esquerda e Hermès à direita.

Algumas décadas depois, em 1952, foi a vez da Hermès Paris apresentar uma coleção de vestidos e trench coats que abusavam da técnica. As criações eram simples: os detalhes como bolsos e lapelas eram impressos diretamente no tecido, que depois era cortado e  costurado na forma desejada. Nos Estados Unidos, os vestidos eram copiados (com permissão da Hermès) por Herbert Sondheim e estavam disponíveis em quatro cores: azul marinho, preto, branco e cobre. Na época, cada peça era vendida por $29,95, cerca de $300,00 na moeda de hoje. Os trench coats eram vendidos apenas em Paris e custavam $100,00 (em torno de $866 dólares atualmente).

efeito-trompe-loeil-hermes-paris-1952-tecido efeito-trompe-loeil-hermes-paris-1952-trench-coat
Hermès, 1952 –  o tecido antes de ser cortado e o trench coat

efeito-trompe-loeil-hermes-paris-1952-vestido-preto

Os vestidos trompe-l’oeil da Hermès fizeram sucesso na França e nos EUA em 1952

A tendência nas passarelas

Como podemos observar, o Trompe-l’oeil foi incorporado à moda para simular elementos que não estão ali, através de desenhos que imitam cortes, laços, babados, botões e tudo mais que a imaginação permitir. Ao longo dos anos, o efeito ganhou muitas reinterpretações e a tendência voltou com força para as lojas e passarelas. No desfile verão 2017 da Moschino, que foi todo inspirado em bonecas de papel, o Trompe-l’oeil apareceu para reforçar o clima divertido e irreverente da coleção. O estilista Jeremmy Scott brincou com truques de perspectiva em praticamente todas as superfícies têxteis, trazendo pérolas, correntes, biquínis, babados e até mesmo lingeries que não passavam de estampas (inteligentíssimas, por sinal!).

MILAN, ITALY - SEPTEMBER 22: Models are seen backstage ahead of the Moschino show during Milan Fashion Week Spring/Summer 2017 on September 22, 2016 in Milan, Italy. (Photo by Tristan Fewings/Getty Images for MOSCHINO)
Detalhes no backstage do desfile da Moschino

moschino-trompe-loeil-verao-2017  moschino-verao-2017-efeito-trompe-loeil

Moschino SS 17

Na Semana de Moda de New York, o designer Thom Browne foi buscar inspiração nas pool parties de verão para criar a sua coleção. Abusando das cores pastel, ele apresentou uma sequência de looks inteiramente construídos sobre o efeito Trompe-l’oeil: tratam-se de peças únicas, que simulam um traje completo através de estampas, recortes e detalhes estratégicos.

efeito-trompe-loeil-thom-brownne  efeito-trompe-loeil-thom-browne-verao-16

Thom Browne SS 17

thom-browne-ss-16-trompe-loeil  trompe-loeil-thom-browne

Quem também já havia apostado neste truque divertido foi o estilista Alessandro Michele, que assinou a coleção verão 2016 da Gucci: com seu já conhecido maximalismo, ele fez uso do efeito para criar babados, camadas e detalhes supercoloridos nas roupas e acessórios.

trompe-loeil-gucci-verao-2017

Detalhes: efeito Trompe L’oeil na Gucci

gucci-primavera-2016-trompe-loeil gucci-efeito-trompe-loeil-primavera-2016

Gucci SS 16

As peças esbanjam criatividade, e trazem um toque lúdico para o guarda roupas da próxima estação. A tendência, que pode ser facilmente adaptada para as peças mais comerciais, tem tudo a ver com o verão e promete pegar em breve. Vamos apostar?

Salvar

Salvar

17 outubro 2016
Francieli Hess

Francieli Hess

Francieli Hess é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess