Um retrato da Moda no Paraná – ID Fashion 2016: números, desafios e polos da moda paranaense

por Denise Pitta
/ 30 novembro 2016

dsc3220-768x513

O Paraná está entre os maiores produtores de vestuário do Brasil, ocupando a quarta posição nacional da indústria têxtil e considerado recentemente, em pesquisas internacionais, como produtor da melhor seda do mundo.

Com o intuito de fomentar a identidade da moda paranaense e trazer um retrato desta indústria, o ID Fashion, em sua segunda edição reuniu 16 marcas autorais neste 24 de novembro, com Catwalk, exposição interativa das grifes participantes e ID Talk com personalidades e profissionais da indústria nacional para discutir  “Os Novos Movimentos da Moda”.

00-id-talk-id-fashion-2016

  Mais de 1,5 mil pessoas passaram pelo Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba o evento foi organizado pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e do Sebrae/PR que  já confirmou a edição 2017. Na foto conferência sobre os novos caminhos da moda.

Entre os destaque da mostra está a marca Vale da Seda, assinada por Eneas Neto e fundada pelo Instituto Vale da Seda, maior polo de produção de casulos do Ocidente, com cerca de 3 mil famílias concentradas em 29 municípios do Noroeste do estado para produção do bicho-da-seda. O fio produzido no Paraná é exportado para grifes de luxo dos mercados do Japão e da Europa e atualmente é referência mundial em qualidade da seda.

Em 2015 a região gerou mais de R$ 7,9 bilhões em seda, e colocou o Paraná no posto de quarto maior produtor de tecido do país. A relevância da região para o novo conceito de moda sustentável, a seda, tem ganhado cada vez mais espaço para o novo conceito de moda sustentável.

Outra marca que vem chamando bastante atenção é a Leveza do Ser, com identidade e estilo bem definidos, acabamento perfeito e conceito totalmente integrado no estilo de vida da mulher contemporânea, pode ser definida em duas palavras: conforto e versatilidade sem perder a elegância. “As peças ficam bem tanto usadas com tênis como salto alto”, explica a estilista Angélica Sanches que após se recuperar de uma exaustão da moda, trouxe do universo da Yoga, o frescor e a leveza, para suas coleções.

Um dos pontos altos do evento foi o ID Talk, bate-papo interativo mediado pela jornalista Carol Garcia, Eduardo Dugois, relação públicas da Ellus, Dario Caldas do Observatório de Sinais e o caríssimo, João Berdu, presidente do Instituto Vale da Seda.

id-fashion-2016
Um dos destaques do ID Fashion 2016 foi  0 bate-papo interativo com mediação de Carol Garcia, jornalista, professora, autora da biografia do estilista Ronaldo Fraga e com passagens pelas revistas Moda Brasil, Fashion Theory, L’Officiel Brasil e Fashion News México. Participaram do bate-papo Dario Caldas, mestre em comunicação, um dos pioneiros na implementação dos primeiros cursos de moda do Brasil e consultor de empresas como Grupo Globo, Coca-Cola, L’Oréal Paris, Johnson & Johnson e Wella; Eduardo Dugois, relações públicas e consultor de comunicação das marcas Ellus e Herchcovitch; e João Berdu, presidente do Instituto Vale da Seda. Via ID Fashion PR.

Confira as marcas participantes da segunda edição do ID Fashion

O 2.º ID Fashion reuniu 16 marcas representativas do mercado da moda do Paraná, selecionadas por uma curadoria formada por especialistas da área e formadores de opinião, que  apresentaram a essência de seus trabalhos, por meio de duas ações: o Catwalk (passarela) e a exposição interativa chamada de Living Lab – Laboratório Vivo da Moda, em que tivemos oportunidade de conhecer mais sobre as grifes e seus criadores.

Agora confira fotos do desfile e da exposição do ID Fashion 2016.

segunda-edicao-do-id-fashion-2016 id-fashion-2016-adriana-birolli
A global Adriana Birolli prestigiou o evento usando marcas paranaenses. No look de Adriana vestido da Artha e bolsa da Elyane Fiuza Luxury Bags. A família da atriz possui a marca infantil Garota Chic (@garotachic_oficial)

Andressa Castro

Criada em 2012 pelas irmãs Andressa e Pércia Castro, a marca feminina de Cianorte (PR) nasceu com baixo investimento e sonhos grandiosos. Com vasta experiência em criação, depois de atuar nas maiores empresas do ramo, Andressa uniu seus conhecimentos aos de sua irmã, que sempre se destacou como excelente vendedora e comunicadora.

A grife se inspira no dia a dia para aliar versatilidade, conforto e modernidade no vestir. Com foco no público jovem, teve peças selecionadas para compor o visual de personagens da atual temporada de Malhação (Pro Dia Nascer Feliz), com grande presença nas redes sociais.

Participa pela segunda vez do ID Fashion, com uma coleção na qual trabalha com tecidos diferenciados – jacquard, viscose, tweed, chiffon e crepe – e estampas clássicas como o tweed, além da mistura de texturas como animal e floral misturadas. O preto e o cáqui predominam nos tecidos lisos, enquanto o rosa pontua a coleção com delicadeza nas estampas e fundos. Siga a marca no Instagram: @andressacastrooficial.

andressa-castro-id-fashion-2016 andressa-castro-id-fashion-2016-1

Estilosa e com uma certa pegada retrô, a grife Andressa Castro foi um dos destaques do evento. Instagram: @andressacastrooficial

andressa-castro-em-curitiba-_d-fashion-2016ID Fashion 2016

Artha

Fruto da sociedade entre o publicitário Christopher Nascimento e a estilista Mariana Bassetti – que trabalhou como assistente de criação em três edições do São Paulo Fashion Week –, a Artha foi criada em 2007 e faz moda feminina. Na loja própria da Rua Fernandes de Barros, 1.080 – Hugo Lange, oferece peças casuais para o dia a dia e vestidos de festa para ocasiões especiais, que podem ser customizados. A marca oferece ainda a possibilidade de exclusividade total, com vestidos únicos de festa e noiva feitos sob medida.

As peças têm uma pegada vintage e fogem do convencional, aliando conforto a uma boa dose de romantismo e atitude. São leves e descontraídas, com estamparia exclusiva e acabamentos manuais. No ID Fashion, vai mostrar a coleção Sunset Sons – Verão 2017, com peças que incorporam elementos multiculturais e da natureza, com cores inspiradas no pôr do sol refletido no mar (areia, dourado, coral e azul). Informações: www.facebook.com/arthapormarianabassetti.

marca-artha-foto-daniel-sorrentino-id-fashion-1

O desfile da Artha foi um dos pontos altos da noite com maravilhosos e  delicados vestidos que pairavam sobre a passarela transformando modelos em fadas tal era a leveza da proposta. Com pegada vintage e romântica, a marca oferece a possibilidade de exclusividade total, com vestidos únicos de festa e noiva feitos sob medida.

marca-artha-foto-daniel-sorrentino marca-artha-foto-daniel-sorrentino-id-fashion
Instagram: @arthapormarianabassetti

artha-id-fashion-2016ID Fashion 2016

DTZ Couture

A DTZ Couture vai “jogar em casa” neste ID Fashion. O estilista Daniel Tzaschel se formou em Design de Moda pela Faculdade de Tecnologia do Senai Curitiba – um dos organizadores do evento. Mas a ideia surgiu durante um intercâmbio em Paris, quando Daniel cursava Relações Internacionais. Suas criações seguem uma linha mais contemporânea para a moda festa, com materiais e técnicas inovadoras de modelagem para obter shapes e recortes que valorizem o corpo da mulher.

No ID Fashion, a inspiração dos seis looks serão as obras arquitetônicas do japonês Tadao Ando, que em seus projetos promove interações de elementos como luz, perspectiva e intervenções artísticas, fazendo com que ela interaja com o ambiente. As peças são feitas sob medida e vendidas exclusivamente no ateliê, na Rua Hermes Fontes, 364, com hora marcada. Outras informações no site www.danieltzaschel.com.

id-fashion-2016-marca-daniel-tzaschel-foto-daniel-sorrentinoInstagram: @dtzcouture

Elyane Fiuza Luxury Bags

Exclusividade é a palavra de ordem na Elyane Fiuza Luxury Bags. Especializada em bolsas e acessórios em couro para homens e mulheres, tem como diferenciais a personalização e o fato de não haver nem sequer duas peças iguais. Os modelos são clássicos, atemporais, com atenção especial à qualidade da matéria-prima e do acabamento – o que permite a garantia vitalícia. O atendimento é personalizado, e o cliente ainda pode participar da escolha de todos os materiais da sua peça (cor do couro e forro, modelo, metais etc).

Esse nível de exclusividade chamou a atenção da Rede Globo, que convidou a marca curitibana a criar modelos para personagens icônicas de suas novelas. A primeira foi a bolsa de melancia da Dona Redonda, personagem de Vera Holtz no remake de Saramandaia. As criações também puderam ser vistas em Geração Brasil, Amor à Vida, Sete Vidas, A Regra do Jogo e atualmente compõem o visual da it girl Fedora Abdala, personagem de Tatá Werneck em Haja Coração. Informações: www.elyanefiuza.com.br.

bolsas-exclusivas-da-elyane-fiuza
A grife Elyane Fiuza Luxury Bags tem por proposta total exclusividade oferendo peças totalmente exclusivas e personalizadas para cada cliente. Instagram:@elyanefiuza_luxurybags

marca-elyane-fiuza-foto-daniel-sorrentino-id-fashion-2016ID Fashion 2016

Feito a Mãe

A marca curitibana de moda infantil estará no ID Fashion pela segunda vez e é conhecida pelas roupas alegres, coloridas e descoladas para meninas de 2 a 10 anos.

As peças são desenvolvidas a partir de um processo criativo livre, inspirado nas próprias crianças e em seu universo mágico, e têm a modelagem, as cores e o conforto como principais características. É outra marca adepta do Slow Fashion, com produção em pequena escala, de forma sustentável e com matéria-prima de alta qualidade. Outras informações no site www.feitoamae.com.br.

id-fashion-2016-moda-infantil-marca-feito-a-mae-em-foto-daniel-sorrentino1 id-fashion-2016-moda-infantil-marca-feito-a-mae-em-foto-daniel-sorrentino
Instagram: @feitoamae.br

Garota Chic

Comandada pela estilista curitibana Letícia Birolli, a marca tem 10 anos no mercado e faz roupas para meninas pré-adolescentes, na faixa dos 8 aos 14 anos, e também com numeração especial.

A Garota Chic produz ainda modelos mais sociais, como vestidos longos para festa, saia e blusa cropped com aplicações e bordados etc. Os tecidos mais utilizados são renda, tule bordado, neoprene e viscocrepe. As peças da marca podem ser encontradas em lojas próprias no Polloshop Alto da XV e Shopping Palladium. Mais detalhes no site www.garotachic.com.br.

id-fashion-2016-marca-garota-chicInstagram: @garotachic_oficial

Izabel Angeli

Marca de Marialva para o mercado plus size feminino no estilo boho chique. De 1993 a 2008, era uma linha de produção que prestava serviços para confecções da região, e de 2008 a 2009 atuou na moda infantil.

Tendo como público alvo mulheres de 25 a 30 anos de manequim do 42 ao 52, vai trazer ao ID Fashion uma coleção de roupas despojadas com bordados e estampas exclusivas, com cores e elementos da natureza. Os tecidos são chiffon, rendas, viscose e sarja, e a paleta de cores inclui off white, preto, laranja, bege e verde tiffany.

marca-izabel-angeli-id-fashion-2016-plus-size marca-izabel-angeli-id-fashion-2016-plus-size1

Os looks da Izabel Angeli também brilharam na passarela do ID Fashion com um plus size alegre e cheio de movimento em um belo trabalho artesanal. Instagram: @izabelangeliperolapark

izabel-angeli-desfole-id-fashion-2016ID Fashion 2016

Jacu

Criada em 2014, a irreverente marca curitibana de moda feminina é ousada até no nome – afinal, “jacu” é sinônimo de brega ou cafona, o que também remete a algo regional, da terra. O desejo da marca é levar ao público as referências que nos cercam.

A confecção é orientada pela valorização do mercado nacional, e desconsidera de suas referências soluções rápidas e unilaterais, ditadas pelo topo da pirâmide de consumo. Prefere trabalhar na criação completa – da estampa ao acabamento, do computador às mãos das costureiras. É outra marca que participou da primeira edição do ID Fashion. Mais detalhes no site www.jacustore.com.br.

jacu-id-fashion-2016

A Jacu investe no brega através do conceito de regional e tem um estilo já bem definido. Instagram: @jacubr

marca-jacu-id-fashion-2016 marca-jacu-id-fashion-2016-1

Jhenniffer Breenstup

A marca de Pato Branco (PR) leva o nome da estilista Jhenniffer Breenstup e traz em seu design sofisticação e bom gosto, construídos com todo cuidado para garantir singularidade e luxo.

Uma marca jovem, inovadora e eclética, que cria peças que se adaptam a qualquer situação, desde a mais casual até a mais fina. Trabalha com roupas, bolsas e acessórios para o público feminino. É conhecida pelas bolsas que se desmontam, com sistema de troca de partes, que no lugar das costuras tradicionais utiliza sistema de zíperes e mosquetões, e vai participar do ID Fashion pela segunda vez. Mais detalhes no site www.jhennifferbreenstup.com.

jhenniffer-breenstup-bolsas marca-jhenniffer-breenstup-bolsas
Instagram: @jhennifferbreenstupmarca

Leveza do Ser

Marca curitibana de comfortwear criada pelas irmãs Adília e Angélica Sanches em 2013. Destinada ao público feminino, trabalha com peças casuais e versáteis, adequadas tanto ao trabalho quanto ao lazer. A estilista Angélica Sanches foi diretora-criativa da Drop Sista, linha feminina da Drop Dead, marca curitibana de skatewear de renome nacional.

A marca é vendida no showroom próprio, na Rua Coronel Dulcídio, 2.281, casa 2, em Curitiba. Pela segunda vez no ID Fashion, a Leveza do Ser faz uma prévia do Inverno 2017, em que a palavra de ordem será o DNA da marca: conforto. A ideia é levar para as ruas o aconchego das roupas usadas em casa. Saiba mais no site www.levezadoser.com.br.

marca-leveza-do-ser-id-fashion-2016 marca-leveza-do-ser-id-fashion-2016

A Leveza do Ser está entre os principais destaques do evento, com identidade e estilo bem definidos, acabamento perfeito e conceito totalmente integrado no estilo de vida da mulher contemporânea que pode ser definido em duas palavras: conforto e versatilidade sem perder a elegância. As peças ficam bem tanto usadas com um tênis como em um salto alto, explica a estilista Angélica Sanches que após se recuperar de uma exaustão da moda, trouxe do universo da Yoga, o frescor e a leveza, para suas coleções

leveza-do-ser-id-fashion-2016 marca-leveza-do-ser-id-fashion-2016
Instagram: @useleveza

OpenStudio

Marca curitibana de moda masculina jovem comandada por Rodrigo Sasi, responsável pela direção criativa. A OpenStudio é um estúdio aberto dedicado ao estilo casual cool. O perfil do público é o cosmopolita local, atento às novidades sem perder de vista as raízes. A qualidade da marca rendeu inserções em revistas como VIP, GQ Brasil e China e L’Officiel e a levou a ser usada por celebridades como Chay Suede, Bruno Gagliasso e Marcos Mion.

Outra característica é a preocupação com a sustentabilidade: a marca tem investido em um tricot feito com sobras de fios e na malha eco – feita de garrafas pet, mas com caimento igual ao do algodão –, que se decompõe em até três anos quando descartada no meio ambiente. As matérias-primas da mini coleção apresentada no ID Fashion são quase todas naturais, com cores que passam pelo bege, azul celeste, laranja e terracota. Após o desfile, todas as peças estarão disponíveis para compra exclusivamente no site www.openstudio.com.br.

marca-open-studio-moda-masculina-id-fashion-2016 marca-open-studio-moda-masculina-id-fashion-2016-jpg1
Instagram:@weareopenstudio

Ovelha Negra

A Ovelha Negra Underwear é uma marca curitibana de lingerie que procura por meio de seu conceito reforçar a autoaceitação e incentivar a liberdade pessoal, empoderando suas clientes e procurando ajudá-las a se amarem, a cada dia, um pouquinho mais.

Criada em 2013 pela estilista Maria Eduarda Malucelli, a Ov está há dois anos no mercado produzindo peças para um público vanguarda com recorte diferenciado, material tecnológico e modelagem estruturada, estudada para favorecer o corpo. Saiba mais no site www.ovstore.com.br.

lingeries-ovelha-negra-id-fashion-2016 lingeries-ovelha-negra-id-fashion-2016-1
Pura sensualidade no desfile da Ovelha Negra. Instagram: @ovelhanegraunderwear

Reptilia

Concebida em 2012 como um projeto de moda autoral da arquiteta Heloisa Strobel, no ano seguinte a Reptilia foi premiada no concurso BtoBe, iniciativa do programa TexBrasil que seleciona os estilistas brasileiros mais promissores para representar a nova moda do país no exterior.

A proposta da marca é conciliar design e qualidade com produção ética e sustentável, novidades tecnológicas com técnicas e texturas artesanais. As influências da arquitetura e da construção de elementos também é visível no DNA da marca, reflexo da formação da estilista. Para o ID Fashion, vai trazer modelagens sem gênero e silhuetas sobrepostas, valorizando a geometria e as composições em blocos. Conheça mais no site da marca, www.reptilia.name .

reptilia-id-fashion-2016 reptilia-id-fashion-2016-jpg1

Instagram: @_reptilia

15109349_10154172847782039_2272265584213399355_n

Vale da Seda

Pela segunda vez no ID Fashion, a marca de roupas e acessórios em seda nasceu de um projeto desenvolvido na Incubadora Tecnológica de Maringá (PR) e representou o Paraná duas vezes na loja-conceito montada na São Paulo Fashion Week, a FFWShop – além de ter estado na passarela, numa parceria com Ronaldo Fraga. Este ano, desenvolveu em conjunto com outras cinco marcas paranaenses (Abbici, MUST, NovoLouvre, Scalon e Via Tolentino) uma cápsula de blusas em seda para a feira Who’s Next, de Paris – que estará no Living Lab.

O Paraná responde por 92% da produção de casulo de bicho da seda no Brasil – e é a região que mais produz seda no Ocidente. Trabalha em parceria com a empresa O Casulo Feliz, que produz fios de seda de maneira artesanal, e com o designer Enéas Neto, que propõe para o Inverno 2017 produções em alfaiataria, feitas com tecido aveludado 100% seda. Outras informações no site www.valedaseda.com.br.

A marca Vale da Seda também oferece garantia de procedência, composição, qualidade e compromisso com o desenvolvimento regional sustentável.
Cada artigo do Vale da Seda traz um selo holográfico anti-fraude com um número exclusivo.

vale-da-seda-id-fashion-2016 vale-da-seda-id-fashion-2016
A Vale da Seda é um dos mais belos projetos da indústria têxtil do Paraná, daqueles que nos dá orgulho de acompanhar, evocando conceitos de sustentabilidade na prática: predominância do trabalho familiar, representando uma alternativa importante para a melhoria da renda dessas famílias, excelência na qualidade do produto e o melhor que aprendi com o João Berdu, nas amoreiras não vão veneno, se não o bicho da seda não cresce. Não queremos mais só uma roupa bonita, queremos uma roupa que traga beleza em sua construção, através da ética em sua cadeia produtiva e que respeite homem e natureza.

vale-da-seda-id-fashion-2016
Instagram: @valedaseda e Facebook

Veine

Parceria do chef de cozinha Erich Zelazowski com o estilista Robson Dalazen, ex-sócio da marca Jacu, a Veine (“veia”, em francês) foi criada no ano passado e faz moda unissex voltada ao sportwear e ao lifestyle urbano minimalista. Adepta do movimento slow fashion, mira no público AB, urbano, casual, moderno, sem preconceitos, relativamente jovem e com espírito alternativo e vanguardista. No ID Fashion, vai apresentar a coleção de verão chamada Plage Isolée, um “paraíso idílico” onde o caos urbano convive com a natureza de encher os olhos de uma praia tropical.

A cartela de cores é alegre, com tons de verde e azul, rosa, nude e amarelo; preto e vermelho fazem o contraste em blocos, listras, gráficos, padronagens e transparências. Tudo isso em tecidos leves como tule, viscose e tricoline, complementados por couro sintético e neoprene sublimado. Mais detalhes no www.facebook.com/veine.exert.chaos.

veine-id-fashion-2016 veine-id-fashion-2016-11
Instagram: @veine.exert.chaos

Via Tolentino

Há quase 16 anos no mercado, a marca maringaense Via Tolentino produz moda para a mulher evangélica e executiva. As peças são modernas, confortáveis e têm estilo agregado à modelagem, além de acabamento de alta qualidade.

A empresa também investe em novas tecnologias na produção e facilidade de acesso, com franqueados espalhados por 25 estados mais o Distrito Federal, além de e-commerce pelo portal Via Evangélica www.viatolentino.com.br.

via-tolentino-desfile-id-fashion-2016 via-tolentino-desfile-id-fashion-2016-1
Via Tolentino atende há uma demanda crescente no país, aqui no Fashion Bubbles recebemos diversos e-mails solicitando para fazermos mais matérias sobre moda evangélica. Elegância marcou o desfile da grife que traduz o crescimento dos evangélicos no Brasil e posta em uma moda mais recatada mas sem perder o estilo. Instagram: @viatolentino

3 Grandes Polos da Moda Paranaense

  • Moda Cianorte

Conhecida como a Capital do Vestuário, na cidade de Cianorte concentra-se um vasto número de marcas de moda feminina, masculina, infantil e moda jeans. São 450 indústrias de confecção do vestuário e mais de 600 grifes distribuídas em seis shoppings atacadistas: Shopping Nabhan, Shopping Univep, Cia vest Mercosul, Shopping Master, Dallas Personalité e Mega Polo Moda.

  • Moda Maringá

A cidade de Maringá é um dos maiores polos de qualidade em moda no Brasil. Na cidade, estão reunidos os shoppings Avenida Fashion, Maringá Vest, Mercosul, Portal da Moda e Vest Sul, compondo um universo fashion com mais de 700 lojas para melhor atender seus clientes.

  • Vale da Seda

No Vale da Sedao maior polo de produção de casulos do Ocidente, quase 2 mil famílias, se concentra em 29 municípios do Noroeste do estado para produção do bicho-da-seda. O fio produzido no Paraná é exportado para grifes de luxo dos mercados do Japão e da Europa.

O Paraná participa com 92% da produção nacional de casulos de bicho-da-seda, uma atividade desenvolvida em pequenas propriedades rurais, com área média de 2,5 ha e predominância do trabalho familiar, representando uma alternativa importante para a melhoria da renda dessas famílias. A sericicultura contribui significativamente para a redução do êxodo rural, pois gera um emprego para cada hectare plantado com amoreira, cujas folhas são o único alimento do bicho-da-seda. São necessários 300 hectares de soja para gerar um único emprego no campo. (Via Vale da Seda)

A sericicultura paranaense é desenvolvida em 174 municípios. Dados da safra de 2015 informam que o Paraná conta com 1.790 famílias de sericicultores, que cultivam uma área de 3.731 hectares de amoreiras. As 2.428 toneladas de casulos produzidos na safra de 2014/2015 geraram um Valor Bruto do Produto (VBP) de R$ 38.525.030,00, segundo o  Relatório Takii/2016 da SEAB-PR.

Esforços conjuntos entre empresas privadas, universidades estaduais e sindicatos estão tornando possível a produção de artigos de seda, comercializados sob a marca coletiva Vale da Seda, que oferecem garantia de origem, composição, qualidade e compromisso com o desenvolvimento regional sustentável.

Em 2015 a região gerou mais de R$ 7,9 bilhões em seda e colocou o Paraná no posto de quarto maior produtor de tecido do país. A relevância da região para o novo conceito de moda sustentável, vem ganhando destaque com a seda. Recentemente, uma pesquisa internacional apontou a seda paranaense como a de melhor qualidade mundial.

A indústria da moda no PR

Formado quase na totalidade (95%) por indústrias de micro e pequeno porte, a indústria têxtil e do vestuário é o segundo segmento industrial que mais gera empregos no estado, com quase 75 mil trabalhadores. São cerca de 4,8 mil empresas no setor de vestuário e quase 800 no têxtil. Apesar da retração generalizada da economia, o Paraná registrou uma evolução nominal maior que a média nacional no valor bruto da produção industrial entre 2013 e 2014 segundo os dados do IBGE/SIDRA, tanto no setor têxtil (51,46% contra  41,76%) quanto na confecção de artigos do vestuário e acessórios (240% contra 91,31%).

Desafios

Paraná faz o melhor fio de seda do mundo, tem importantes polos de moda, mas ainda não tem a mesma projeção de outros estados brasileiros e apesar de ter um grande número de confecções, ainda deixa a desejar em marcas que tenham grande visibilidade nacional.

Iniciativas como a do ID Fashion podem alavancar este quesito tornando a moda paranaense mais conhecida e desejada, o que terá reflexo direto no faturamento das empresas.

Veja mais fotos do ID Fashion 2016

Veja também:

Fotos da passarela Daniel Sorrentino

Por Denise Pitta

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

30 novembro 2016
Denise Pitta

Denise Pitta

Denise Pitta é digital influencer e empreendedora. Idealizadora do Fashion Bubbles, é também editora chefe do portal que já recebeu mais de 107 milhões de visitas. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial