Os vestidos de noiva na história da moda em fotos originais

por Samantha Mahawasala
/ 03 julho 2015

A história do vestido de noiva se confunde com a própria história do casamento. A própria bíblia contém relatos sobre as noives vestirem algo especial para celebrar a união com seu par. A cerimônia de casamento, em si, é quase tão antiga quanto a existência da humanidade. Os vestidos de noiva, branquinhos do jeito que conhecemos hoje, já têm uma história mais recente.

A princípio os vestidos de noiva eram até mesmo bem coloridos. O que importava mesmo era o luxo – já que os casamentos eram arranjos comerciais, o vestido servia para mostrar o status das famílias. O vestido branco começou a ser usado em meados do século XVI. Para saber com riqueza de detalhes como os vestidos de noiva evoluíram, confira o especial do Fashion Bubbles sobre a história do vestido de noiva.

eyck_arnolfini
A princípio os vestidos de noiva eram coloridos como demonstrado na pintura de Jan Van Eyck, em 1434: O casamento do casal Arnolfini.

A partir do século XX, o traje nupcial foi acompanhando a evolução da moda e a indústria da alta costura. No começo do século, entre 1890 e 1910, o estilo em alta era o Art Noveau, que marcou a transição de um traje clássico para um mais moderno. A inspiração para os vestido vinha muito da natureza.

O Art nouveau foi mais popular na Europa, mas a sua influência foi global. O período em que esteve muito em voga foi chamado de Belle Époque francesa, principalmente antes da Primeira Guerra Mundial. Neste período os vestidos tinham modelagem mais solta, eram super adornados e eram usados com véu bem longo, também cheio de flores. Tudo bem romântico e delicado.

 vestido de noiva artnouveou Belle Époque vestido de noiva
Art Noveau via The Art Nouveau Bride na Belle Époque

Anos 20

Já nos anos 20 os vestidos de noiva seguem as características de moda da época pós-guerra: silhueta reta compensada por bordados e pedrarias no estilo Art Déco. Véu longo e flores continuam em alta nessa década.

vestido de noiva anos 30 art decoImagem via Histmodaunisinos

Anos 30

Em 1930 o corpo da mulher volta a ser valorizado com silhuetas mais ajustadas. A preferência, entretanto, era pela simplicidade nos vestidos – ainda mais porque falamos de um período entre guerras. As mangas compridas ficaram populares nessa época. Os decotes eram bem discretos ou mesmo inexistentes.

vestido de noiva dos anos 30 1

Anos 40 e Anos 50

A crise deixada pelas guerras marca os vestidos de noiva dos anos 40 com cortes mais simples e feitos com pouco tecido. Nessa década ficou bastante popular também o uso de tailleur nos casamentos por conta das dificuldades financeiras – pelo menos até 1947, quando Christian Dior criou o icônico New Look, que influenciou toda a década de 50 com as saias volumosas e cinturas bem marcadas, características refletidas nos vestidos de noiva. Aqui eles também eram bastante usados com manga longa, além do comprimento midi.

vestido de noiva dos anos 40

Vestidos de noiva dos anos 40, eles eram mais simples por causa do período de guerra

b8a4f5fa78bf8564d21cc6b724e9e908Grace Kelly 1956 vestido de noiva

O vestido de noiva da Grace Kelly em 1956 foi um dos mais marcantes da década de 50, traduzindo todo o glamour da época. A atriz norte-americana Grace Kelly passou de estrela a princesa de um país europeu. Via  Livro que Relembra Casamentos Clássicos de Celebridades – UOL

Anos 60

Os anos 60, cheios de quebras de paradigmas, fez com que as mulheres se livrassem dos vestidos longos. Nessa época já era possível comprar vestidos prontos, nas versões mini e tubinho. A própria cerimônia de casamento perdeu também um pouco do seu rigor e pompa. Os vestidos de noiva seguiam cortes geométricos, sem muitos babados ou bordados.

 481860f89b12f2c2076fd582f195e91fNos anos 60, vestidos tubinhos viram febre também na hora do altar

Anos 70

Já nos anos 70, predomina a influência do Movimento Hippie também para os vestidos de noiva, trazendo muita referências da moda desse período como a grande diversidade de cores, texturas, formas, trabalhos artesanais e referências campestres, como, a personagem da camponesa, simbolizando, o retorno da natureza e do estilo de vida mais simples e livre. O estilo Gypsy (cigano), também foi revisitado e usado como inspiração para os vestidos da década de 70.

vestido de noiva dos anos 70 4660abf71f3983a0dfb6821787f680b0

Vestido de noiva dos anos 70 – Chris Squire and Nikki James, 1972

Anos 80

Nos anos 80 predominou o exagero. Tudo era muito  grande:  mangas bufantes, o buquê, o véu, a grinalda. Os vestidos tinham muita saia, muita gola e bordado. O vestido que virou ícone da década foi o da princesa Diana.

vestido de noiva da lady di vestido de noiva anos 80jpg
O vestido de noiva da Lady Di realizado em 1981 virou ícone dos anos 80, década em que predominava o exagero

Abaixo, você confere um pouco do que foi a evolução do vestido de noiva de 1850 até o finzinho da década de 60, em fotos originais. Não deixe de conferir o especial do Fashion Bubbles sobre a história do vestido de noiva.

História dos Vestidos de Noiva

história dos vestidos de noivaA evolução dos vestidos de noiva

vestidos-de-noiva-rainha-victoria

Muitas pessoas, principalmente os mais românticos, atribuem a popularização do vestido de noiva branco à rainha Vitória, da Inglaterra, no século XIX (1840). Vitória foi uma das primeiras nobres a se casar por amor e em um traje deslumbrante, com vestido e véu brancos e sem coroa, o que também foi inédito. O branco teve como significado a pureza e a virgindade. A rainha casou com Albert por amor, o que não era de costume da época, em que os casamentos era sempre arranjados pelas famílias. Após a morte de seu marido, Vitória usou somente vestidos preto para simbolizar seu luto, por isso se associa a época vitoriana a essa cor. Via blog Novidades e Joias

Vestido de noiva de 1850 e modelo decorado com flores de 1878. De 1890 e 1910, o estilo em alta era o Art Noveau, que marcou a transição de um traje clássico para um mais moderno. A inspiração para os vestido vinha muito da natureza.


Vestido de noiva da atriz Dorothea Baird em 1900 e Eleanor Roosevelt em 1905.  Em 1910 a influência vem da Belle Époque francesa, principalmente antes da Primeira Guerra Mundial. Tinham modelagem mais solta, eram super adornados e eram usados com véu bem longo, também cheio de flores

Sr. e Sra Ernstein em casamento de 1910 e Miss Ruby Ray em vestido de noiva com flores e bordados ornando com o arranjo de penas na cabeça em 1912


Casamento da Miss D’Arcy em 1915 e Miss Annie Hodge cortando seu bolo em 1918.

A atriz Mary Pickford em seu casamento em 1920 e um casal em 1922. Já nos anos 20 os vestidos de noiva seguem as características de moda da época pós-guerra: silhueta reta compensada por bordados e pedrarias no estilo Art Déco

Noiva recém casada em 1924 e Mademoiselle Loewenstein com vestido transpassado em 1925

Vestido de noiva Solosign de 1926 e modelo de cintura caída de 1927

O vestido de noiva de Arline Wilma Preston em 1928 – que depois foi modificado e usado por quatro outras noivas – e modelo com brilho de 1929

Sra. Lewis em seu casamento em 1930 e o vestido de noiva da socialite Inez Mc Namara em 1931. Em 1930 o corpo da mulher volta a ser valorizado com silhuetas mais ajustadas. A preferência, entretanto, era pela simplicidade nos vestidos – ainda mais porque falamos de um período entre guerras. As mangas compridas ficaram populares nessa época. Os decotes eram bem discretos ou mesmo inexistentes

A atriz Ann Todd em seu vestido feito por Helene Galin em 1933 e o retrato da Duquesa e do Duque de Windsor em seu casamento na França em 1937

Vestido de noiva londrino de 1938 e o retrato oficial de Mary L. Chamberlin, noiva do governador da Pensilvânia em 1942

Vestido de noiva da atriz Elyse Knox em 1944 e retrato do casamento de Hazel Scott em 1945. A crise deixada pelas guerras marca os vestidos de noiva dos anos 40 com cortes mais simples e feitos com pouco tecido. Nessa década ficou bastante popular também o uso de tailleur nos casamentos por conta das dificuldades financeiras

Martha Vickers posa para seu casamento em 1946 e o vestido de noiva da dançarina Josephine Baker em 1947

Vestido de noiva de 1950 e modelo da estilista Mercia de 1951. Christian Dior criou o icônico New Look, que influenciou toda a década de 50 com as saias volumosas e cinturas bem marcadas, características refletidas nos vestidos de noiva. Aqui eles também eram bastante usados com manga longa, além do comprimento midi.

Image:
Casamento da Jacqueline Kennedy em 1953, o vestido traz influencia do New Look com cintura bem marcada e saia bem rodada

Outro modelo de Mercia, de 1952, e vestido de noiva de 1955

Vestido de noiva de 1957 e modelo usado pela atriz britânica Jackie Collins em seu casamento em 1960

Noiva de Colin Powell em 1962 e vestido de noiva Yves Saint Laurent de 1964. Os anos 60, cheios de quebras de paradigmas, fez com que as mulheres se livrassem dos vestidos longos. Nessa época já era possível comprar vestidos prontos, nas versões mini e tubinho. A própria cerimônia de casamento perdeu também um pouco do seu rigor e pompa. Os vestidos de noiva seguiam cortes geométricos, sem muitos babados ou bordados

Vestido de noiva de Hubert de Givench de 1966 e modelo pra lá de ousado de 1969

Anos 70 Crochet Dress Pattern PDF 174 Vogue Wedding Dress from WonkyZebra

Vestido de Crochê em Editorial da Vogue dos anos 70

1e69e166ddd8d0775c1aab4fd34ed4d6
O estilo Gypsy (cigano), também foi revisitado e usado como inspiração para os vestidos da década de 70, assim como o estilo mais livre da nova geraçãoFirefly e Mike Taylor, 1972

 

03 julho 2015
Samantha Mahawasala

Samantha Mahawasala

Paulistana formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e com curso técnico de locução pela Rádioficina. Atuou como redatora e locutora no Grupo Bandeirantes de Rádio e também como repórter para um telejornal segmentado.