“Novos” eternos clássicos da moda

por Colaboradores
/ 14 novembro 2008 / 4comentarios

Os editores de moda da Vogue francesa sentenciam: “Smokings, alta costura, cores anos 80… clássicos, você disse Clássicos?!”

Estão nas revistas, capas e editoriais, estão nas bocas e ouvidos de pessoas de todas as idades e de todos os lugares. Estão nos ensinamentos da vovó e nos conselhos dos fashionistas: o clássico nunca sai de moda.

Se no dicionário a palavra “classe” surge quase que simultaneamente com “clássico”, não parece ser mera coincidência, pelo menos não no universo da moda.

A revista francesa de moda mais importante do mundo tem na capa Christy Turlington, e em um editorial fabuloso sobre os eternos clássicos da moda. Porque Christy? Assim como Prada e Chanel escolheram Linda Evangelista e Claudia Schiffer para estrelarem suas novas campanhas: modelos clássicas, que jamais saem de moda e são sinônimos de classe, garantidos desde sempre.

Se o clássico é diretamente ligado ao conceito de elegância, vestir um clássico quer transmitir a idéia de segurança, tradição e certa pitada de confiança; na dúvida, vista um clássico. As chances de errar na produção são mínimas, mas existem. Clássicos combinam com outros clássicos, mas também com um pouco de irreverência, basta definir o que seu estilo próprio consegue suportar.

Que tal investir em um clássico? Inspire-se nas idéias que vêm da capital da moda e que estão por toda parte, basta um olhar mais apurado em qualquer vitrine de qualquer cidade.

Au revoir!

O trench

A meia-calça de seda

O colar de diamantes

A camisa branca

O vestido de noite

O twin-set

O perfume (na foto, Chanel)

A franja (e o batom vermelho)

O traço de pintura

O escarpin

A bolsa de mão (na foto, a clássica Chanel em matelassê)

Por Daniella Polidoro

14 novembro 2008
Colaboradores

Colaboradores

Colaboradores do Fashion Bubbles