Estamparia Indiana: conheça o Bandhani, uma das técnicas de tie dye mais antigas do mundo

por Francieli Hess
/ 19 maio 2017

estamparia indiana destaque

O tie dye é uma técnica milenar bastante conhecida no mundo da moda, que recebeu variações interessantes ao longo da história. Na estamparia indiana, a mais importante delas é o Bandhani, um processo que surgiu por volta de 4000 A.C e sobrevive até hoje nas comunidades do Rajastão. Para entender melhor essa técnica tão peculiar, continuamos nosso especial sobre os têxteis artesanais da Índia apresentando mais uma sabedoria milenar, desconhecida do grande público.

O que é o Bandhani?

O tie dye que aqui conhecemos trata-se, na verdade, de um termo amplo, utilizado para agrupar de maneira bastante superficial as mais diversas técnicas que envolvam os processos de amarração e tingimento. Bandhani vem palavra hindi Bandhan, que signfica “amarrar”, tendo como diferencial o fato de utilizar linhas, pedras e sementes para auxiliar na criação dos padrões geométricos a partir da concentração de pontilhados.

Essa tradição surgiu há milhares de anos e resiste ao tempo graças ao saber passado de geração para geração, ganhando destaque no Rajastão e em Gujarat. As cidades de Jaipur, Udaipur, Ajmer e Jamnagar estão entre os centros mais importantes de produção, de onde saem os tradicionais saris e turbantes em Bandhani.

Confira esse registro com o passo a passo minucioso da técnica

Mesmo com o processo de industrialização global, a Índia produz um importante trabalho com fibras naturais, sendo algodão e seda as mais utilizadas. Entre as cores tradicionais temos o vermelho, verde, amarelo e preto, provenientes também de pigmentos extraídos da natureza. Assim como no Block Printing, cada local tem seu design especial, refletindo as crenças e a cultura do povo que produz as estampas.

 

O tecido sendo tingido e, ao lado, os pequenos pontos que depois darão origem à padronagem.

estamparia indiana bandhani 2 estamparia indiana bandhani 1

Estamparia Indiana: os sari bandhani são uma vestimenta tradicional, eles podem ser amarrados de diversas formas sobre o corpo.

estamparia indiana bandhani b

Mulheres fazendo os nós para formar a padronagem.

estamparia indiana bandhani c

Estamparia Indiana: de maneira bastante artesanal, o tecido é tingido e depois estendido ao sol para secar. 

A arte do Bandhani é um processo altamente qualificado, que requer artesãos experientes e muito habilidosos. Primeiro, o tecido é amarrado firmemente com uma linha em diversos pontos, criando padrões, para depois ser mergulhado no pigmento desejado. Um metro de tecido pode ter milhares de pequenos pontos e nós, que são conhecidos como Bhendi (ou, na língua local, “Gujarati”). Depois do tingimento, esses nós são desfeitos e revelam estampas de cores brilhantes, que para os indianos têm significados super especiais. O vermelho, por exemplo, traz boa sorte para os recém casados, enquanto o amarelo traz as vibrações da primavera.

estamparia indiana bandhani 5

As possibilidades com a técnica são infinitas e a complexidade da estampa depende da habilidade do artesão.

estamparia indiana bandhani 6

As formas geométricas também são presença forte nas padronagens Bandhani.

estamparia indiana bandhani 7  estamparia indiana bandhani 8

Sari tradicional e uma blusa feita a partir de tecidos tingidos com a técnica

estamparia indiana bandhani a

Direto da Índia: modelo com sari tradicional feito inteiramente em Bandhani

Leia também: Estamparia Indiana e uma viagem milenar às técnicas do Block Printing

estamparia indiana bandhani a1

19 maio 2017
Francieli Hess

Francieli Hess

Francieli Hess é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess