Patchwork 2019 / 2020 – Peças com retalhos são tendência nas passarelas + História e inspirações

por Francieli Hess
/ 06 março 2019 / 2comentarios

Com espírito boho setentinha, o patchwork está de volta e mais forte do que nunca. Temos visto grandes marcas internacionais, como Dior e Gucci, resgatando a tendência que, como já era de se esperar, segue fazendo eco nas passarelas. Saiba tudo sobre a nova febre do mundo da moda:

O que é patchwork?

Os retalhos com pegada handmade estiveram em alta com o movimento hippie dos anos 70

A técnica de unir retalhos de diferentes tecidos através da costura é muito antiga. Na história, as primeiras evidências do patchwork são de 3400 a.C, disseminando-se pela Europa na Idade Média e chegando à América do Norte entre os séculos XVII e XIX.

No entanto, quem transformou esse tipo de artesanato em item de desejo foi mesmo a onda hippie dos anos 70. Enquanto movimento de contracultura, os hippies nadavam contra a industrialização. Em suas roupas, demonstravam essas convicções com uma profusão de peças personalizadas, coloridas e feitas à mão.

Street style nos anos 70 – Peças feitas com retalhos viraram uma verdadeira febre

É claro que o mundo da moda não demorou muito para se “apropriar” desse resgate. Estilistas renomados (como Yves Saint Laurent) usaram e abusaram do patchwork colorido em suas coleções. Essas, por sua vez, ganharam o mundo e conquistaram seu espaço em editoriais Vogue inesquecíveis, que inspiram criativos até hoje.

Yves Saint Laurent em 1969 levou peças feitas com retalhos para a passarela

De volta aos dias atuais, a Dior foi uma das primeiras a nadar em um mar de patchworks em 2018. A coleção de inverno da marca, sob comando da estilista Maria Grazia Chiuri, revisitou o arquivo de padronagens Dior e apresentou-o ao público assim, unindo retalho com retalho em looks de tirar o fôlego.

Dior FW 18. Leia também: NYFW Inverno 2019 / 2020 – 4 tendências para usar já

Patchwork nas passarelas 2019

Missoni Pre Fall 2019 e Coach 1941 Resort 2019

A vibe meio folk, meio hippie chic do patchwork dominou as passarelas Resort e Inverno 2019 / 2020.  É praticamente impossível analisar as coleções sem esbarrar na técnica, que vai dominar os armários das fashion girls mundo afora.

Michael Kors, Eckhaus Latta e Anna Sui

Uma das grandes apostas é o patchwork em couro, que aparece tanto liso quanto metalizado (vide Michael Kors), mas sempre super colorido. Vale notar que o efeito ganhou destaque nas roupas e também nos acessórios, aproveitando ao máximo a versatilidade da técnica.

Michael Kors, Assai e Puppets and Puppets também estão apostando em peças feitas com retalhos

Como nem só de tecidos lisos vivem as passarelas, muitas marcas seguiram a deixa da Dior e estão abusando do mix de estampas. Anna Sui trouxe uma pegada bem folk, enquanto Tory Burch apresentou um mix delicado de listras coloridas e florais.

***

Gostou? Então dá uma forcinha e segue a gente no Instagram: @fashionbubblesoficial.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

As pérolas são tão clássicas que nunca morrem, mas 2019 trouxe-as de volta para o mainstream, atraindo novos públicos.? • Dessa vez, elas não se resumem apenas à joalheria, dominando bolsas, calçados e até mesmo roupas e pretendem ser referência também para 2020. • Veja matéria completa no Www.fashionbubbles.com • #perolas #perolas2019 #pérolas2019 #tendencias2019 #tendencias2019 #tendência2019✔ #joiascomperolas #bijus #bolsas #colares #acessorios #aviamento #aviamento #beleza #pérolasnocabelo #brincosdepérolas #brincosdeperolas #pérola? #pérola #fashionbubbles #blogsdemoda #dicasdeestilo #elegancia #acessorios2019 #moda2019 #moda2019♥️

Uma publicação compartilhada por Fashion Bubbles – Denise Pitta (@fashionbubblesoficial) em

06 março 2019
Francieli Hess

Francieli Hess

Francieli Hess é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess