#Comportamento – O que a nova Playboy e a Barbie tem em comum?

por Denise Pitta
/ 04 fevereiro 2016 / 2comentarios

Barbie Real X PlayboyO empoderamento feminino é um caminho sem volta e marca uma nova era. 

Depois de anos de luta por um lugar ao sol e igualdade em seus direitos, as mulheres cada vez mais conquistam seu espaço na sociedade que ainda tem muitos resquícios machistas.

Acredito que estamos passando por uma grande transformação. No âmago dessa revolução está a maior integração entre os sexos. Como gosta de dizer o psicanalista, Marcos de Santis em seus cursos:  “os homens não querem mais pescar para família”,  agora eles querem o direito de ser sensíveis: cozinhar, ser artista, “dividir o peso da família”,  enquanto as mulheres desejam respeito e se realizar profissionalmente, mais que tudo elas querem poder.

Comportamentos que vem se refletindo nos mais variados aspectos da sociedade, em que o gênero está se descolando dos papéis pré-estipulados: homens mandando e mulheres na cozinha.

Diferente da energia de conquista, que predominou no ocidente nos últimos 2 mil anos, vemos ganhar força os aspectos femininos, que trazem em sua essência valores como integração, acolhimento, respeito pela natureza e compartilhamento. Esse movimento está só começando e já promete ser a marca de uma nova era.

Esse novos valores vão se materializando aos poucos e das mais diferentes formas, até mesmo no que diz respeito ao mais machista dos setores, o do entretenimento masculino. Agora é aguardar para ver se cola…

Leia também: Homens de Saia – O que está por traz dessa tendência?

Revista aposta no reposicionamento dos valores editoriais da marca para resgatar prestígio. Publicação não pagará cachê por ensaios porque defende que a nudez não deve ser comprada em CARTA À IMPRENSA

playboyApós recusar durante anos os convites da revista, Luana Piovani será a grande estrela da primeira edição da nova Playboy, ela aceitou ser o grande destaque por se identificar com os novos valores editoriais da publicação. Luana estará na capa da edição que chega às bancas no mês de abril.

Com o desafio de se manter como a maior revista masculina do país e resgatar seu prestígio, a nova Playboy aposta no reposicionamento dos valores editoriais da marca, atualizando sua filosofia, afinal é preciso acompanhar o progresso da sociedade.

Na nova Playboy, a mulher não será objeto de nudez, ela terá voz na revista e suas histórias de vida serão valorizadas. A nudez irá sempre existir, o que muda é o tom e o olhar sobre essa estrela.

Foi pelo prazer de se despir, nesse contexto de novos valores, que a revista conquistou a primeira capa de sua nova fase. Os ensaios não serão mais pagos com cachê porque o corpo da mulher não tem preço. Na nova Playboy, não haverá leilão sobre qual estrela foi mais bem paga, porque nenhuma mulher vale mais que outra.

As mulheres vão se despir como e o quanto quiserem, porque a nova Playboy defende que a nudez não deve ser comprada: a mulher é parceira e não terá mais obrigatoriedade de exibir nudez frontal. Assim, fica estabelecido que a estrela pode ter acesso a eventuais acordos e contrapartidas não editoriais, sempre articulados pela vice-presidência de Vendas, Marketing e Publicidade.

A revista, lançada no Brasil pela Editora Abril há 41 anos, retornará às bancas de todo o país em abril e será o primeiro produto apresentado pela nova editora PBB Entertainment, que garante convergência da publicação com site, aplicativos, e-commerce e organização de eventos.

Os principais valores editoriais da Playboy serão preservados. A missão é celebrar a vida e os seus prazeres, trazendo ensaios fotográficos com mulheres e jornalismo com inteligência, sofisticação e bom humor. Aliado a isso, a PBB aposta no modelo das startups, com uma redação estruturada horizontalmente e mentalidade jovem para fazer a revista.

Capitaneada pelo publisher André Sanseverino, a equipe será dirigida por uma dupla formada pelo editor-chefe e pela diretora de criação, que representa não somente a co-gestão entre arte e texto no desenvolvimento de um novo projeto editorial e gráfico, como simboliza a união de um homem e uma mulher à frente da nova Playboy.

A PBB é fruto da união de experiências de três sócios brasileiros: os empresários Marcos de Abreu, acionista-controlador de um grupo empresarial com atuação em diversos ramos da economia, que é Presidente do Conselho Empresarial; Edson Oliveira, executivo do mercado financeiro e empreendedor nas áreas de tecnologia e gestão, que é o Vice-Presidente de Vendas, Marketing & Publicidade; e André Sanseverino, fotógrafo de moda premiado pela Playboy, com trabalho em mais de 30 países, Vice-Presidente e Publisher

E a Barbie Real, onde entra?

Barbie em todos os tipos de corpos

A boneca é o brinquedo mais vendido do mundo, a Barbie, é uma formadora de opinião nata, com seus milhões de seguidores, ela vem constantemente traduzindo as lutas das mulheres por seus direitos nas últimas décadas: “Há 57 anos Barbie é um reflexo do tempo, e é por esse motivo que ela continua sendo a boneca fashion número um do mundo e um ícone global,” afirma Evelyn Mazzocco, Vice-Presidente Sênior e Gerente Geral Global de Barbie

Após anos sendo bombardeada de críticas por determinar padrões de beleza impossíveis para crianças, a boneca Barbie, da Mattel, renovou sua linha. Barbie Fashionistas 2016 chega com quatro tipos de corpo (o Classic e três novos), sete tons de pele, 22 cores de olhos, 24 penteados. “Nós temos uma responsabilidade com as meninas e com os pais de refletir um amplo olhar sobre a beleza,” concluí Mazzocco.

A boneca lançada em 1959, agora chamada de Barbie Real, adere aos novos valores de integração do feminino, se libertando dos severos padrões inalcançaveis de beleza ditada pela indústria, que neste contexto poderia muito bem ser metáfora, do famoso homem branco, aquele da sociedade burguesa que tem mais direitos por ser homem, branco, heteronormativo, cristão, monogâmico e proprietário.

A resposta para a pergunta do título é o empoderamento feminino, um caminho sem volta que irá mudar profundamente  a sociedade.

Será que de fato assistimos a essa transformação?

Deixe sua opinião e nos siga em nossas redes sociais: Instagram: @fashionbubblesoficial e @denisepitta. Facebook: Fashionbubbles.

Veja também: Homens de Saia – O que está por traz dessa tendência?

Homens de Saia   O que está por traz dessa tendência que vai acabar virando moda?

Por Denise Pitta – Siga nosso Instagram: @fashionbubblesoficial e @denisepitta.

 

04 fevereiro 2016
Denise Pitta

Denise Pitta

Denise Pitta é digital influencer e empreendedora. Idealizadora do Fashion Bubbles, é também editora chefe do portal que já recebeu mais de 107 milhões de visitas. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial