Casais distantes: psicóloga explica o por que e como resolver

por Carol Carneiro
/ 31 janeiro 2014

livro

“Bored Couples”, o livro de Martin Perr,  que retrata vários casais entediados e desconectados. A psicóloga Leticia de Oliveira explica o por que e como solucionar o problema!

Martin Perr é fotógrafo, cronista, pesquisador e, acima de tudo, muito observador. Seu trabalho sempre retrata a maneira como a sociedade vive e muitas de suas “críticas ilustradas” se tornam livros, como “Bored Couples”, onde Martin fotografou casais totalmente desconectados e entediados.

A crítica é óbvia: casais separados não pelo divórcio ou distância, mas pela total falta de interesse um pelo outro. Entrevistamos a psicóloga Letícia de Oliveira, que nos explicou o porquê isso acontece e como podemos evitar:

O que leva os casais a este distanciamento?

R) O que mantém um casal junto é o companheirismo; dividir com o outro alegrias, tristezas, diversão e preocupação. Muitas pessoas não constroem um relacionamento baseado no companheirismo; essas relações estão mais fadadas ao fracasso; outras pessoas estabelecem essa relação, mas em algum momento substituem o outro por algo que julgam mais importante (pode ser amigos, trabalho, dinheiro, família, vícios…) e isso vai contribuindo para o afastamento do casal.

Atualmente é muito normal terminar, se divorciar e recomeçar – mil vezes! -, por que continuar juntos com essa (aparentemente) falta de interesse um no outro?

R) Hoje em dia é mais fácil terminar e começar um relacionamento, mas isso significa que as relações estão mais superficiais. As pessoas podem não mais amar o parceiro, mas ainda preferem estar ao lado dele do que sozinhas.

Existe algum modo de recuperar e salvar o relacionamento dessa “falta de interesse” mútua?

R) As pessoas se conhecem pouco e consequentemente acabam conhecendo pouco seus parceiros. Se conhecer, conhecer o outro e deixar de ser em alguns momentos individualista, pode auxiliar na recuperação de um relacionamento.

Um detalhe muito importante é que essas fotos foram tiradas em 1993 (dá para notar pelas roupas e cabelos, né?rs), quando ainda não existiam os smartphones. Com msgs, jogos, email, redes sociais em mãos ninguém fica entediado, mas a distância só aumenta. “A tecnologia contribuiu em muitos quesitos para a humanidade, mas acredito que trouxe alguns prejuízos como a falsa sensação de importância e a contribuição para o estabelecimento das relações superficiais.”, conclui a Dra. Letícia.

Para o bem do seu relacionamento (não só amoroso, mas com seus amigos e familiares), diga NÃO ao voto de silêncio e converse com as pessoas!

Imagens do livro “Bored Couples”, Martin Perr:

BoredCouples1

BoredCouples2

BoredCouples4

BoredCouples5

BoredCouples6

BoredCouples8

BoredCouples10

 Fotos: Catraca Livre

31 janeiro 2014
Carol Carneiro

Carol Carneiro

Jornalista e Consultora de Imagem, Carol é graduada em Negócios da Moda, com especialização em Jornalismo de Moda e formada em Consultoria de Estilo. Apaixonada por moda, beleza, cinema, música; acredita que tendência vai muito além de “modismo”, é cultura, comportamento.