O vinho que bebi esta semana: Marqués de Riscal Gran Reserva

por Colaboradores
/ 09 outubro 2015

wine-676x281
Por Charles Schweitzer

Honestamente, quem tem tempo de avaliar os taninos, o retro-gosto e outras características de um vinho antes de decidir por sua compra ou por experimentá-lo?

Talvez, a pergunta certa seja que diabos são taninos e para que servem? Esta coluna vai categoricamente mandar os taninos às favas! Até porque, ela é escrita por Charles Schweitzer e não por Robert Parker (para quem não sabe, RP ganha a vida para avaliar vinhos) e vai se propor a dizer de forma sincera e prática se o vinho vale ou não à pena e qual a minha experiência com ele.

Experiência aliás é algo individual e subjetivo. Recomendo que cada um tenha a sua. Inclusive com o vinho desta semana…

Em Novembro de 2013 visitei a Espanha e Portugal. Fui à cidade do Porto para correr a Maratona realizada lá. Uma experiência fantástica. Mas, voltei ao Brasil por Madri. O Aeroporto de Madri tem um excelente FreeShop para quem gosta de vinhos, inclusive com degustação de algumas garrafas! Uau!

Em ocasiões como essas você aproveita para experimentar sempre o mais caro de todos, lógico. Não porque eles sejam os melhores só por causa do preço, mas, porque as ocasiões e as chances não podem ser desperdiçadas!

Neste caso, era um Marqués de Riscal Gran Reserva 2006. O interessante sobre este vinho é que ele tem uma larga variedade com o “mesmo” rótulo. O vermelho é o convencional. Qualquer supermercado vende uma garrafa deles por menos de EUR 10,00. Depois vem o Reserva. Aí vem o Gran Reserva e por fim este.

Seu rótulo é branco e dourado e traz uma telinha aramada como se fosse um produto destes de armazém vendidos à granel. Era um vinho SENSACIONAL. E, fiz questão de comprá-lo. Mas, para fazer preço médio, eis, que finalmente chegamos ao personagem da semana: CAMPO VIEJO – GRAN RESERVA – RIOJA – 2005

marques-de-riscal-gran-reserva-2004 082698
Marqués de Riscal Gran Reserva e Campo Viepo de Gran Reserva  Rioja

Em comum, a uva, a região e a telinha aramada! Seu preço aproximado aqui no Brasil é de R$ 95,00 a garrafa. Curiosamente, este vinho não entrou no rol de vinhos avaliados pelo Sr. Robert Parker, pois quando ele foi à região ele degustou apenas vinhos com pontuações superiores a 90. E, este, recebeu um rating de apenas 88.

Honestamente, já tomei muitos vinhos de 91 e 92 pontos bem inferiores a este e, eu sinto muito por ele… Pelo vinho? Não, pelo Robert! Ele não sabe o que está perdendo.

Quando voltar a Madri, ponho pelo menos uma garrafa dele na mala. Isto é fato! Ainda mais agora que sei que ele tem taninos doces e refinados… Se é que isso quer dizer alguma coisa…

CAMPO VIEJO - GRAN RESERVA - RIOJA - 2005

Por Charles Schweitzer

(Charles Schweitzer é Marido Pleno, Pai Sênior (gêmeas e mais um) e nasceu em 1977, ano de estreia de StarWars. Executivo de Marketing de uma multinacional francesa, está no mercado há mais de 15 anos, sempre ligado à Inteligência de Mercado e a Inovação. Já foi triatleta, mas hoje, leva o esporte mais como um hábito de saúde. Vive todas as experiências que pode, inclusive já pilotou um F1.)

Charles Schweitzer _n

 

09 outubro 2015
Colaboradores

Colaboradores

Colaboradores do Fashion Bubbles