Marca de lingerie faz campanha publicitária sem Photoshop

por Samantha Mahawasala
/ 04 fevereiro 2014 / 1comentarios

“Queridas garotas Aerie,

Nós achamos que é hora de uma mudança. Nós achamos que é hora de SER REAL e PENSAR REAL. Nós queremos que todas as garotas se sintam bem com o que elas são e com sua aparência, por dentro e por fora. Isso significa SEM RETOQUES E SEM SUPERMODELS.

Por que? Porque não há razão para retocar a beleza. Nós achamos que VOCÊ DE VERDADE É SEXY.

XOXO, Aerie”

Em tradução livre, é assim que a marca de lingerie Aerie, irmã mais nova da American Eagle Outfitters, lançou sua campanha Aerie Real, que traz mulheres exibindo calcinhas e sutiãs sem nenhum tipo de retoque no Photoshop.

Sustentar uma campanha publicitária sem esconder celulites, estrias ou as gordurinhas extras é uma atitude ousada, algo extremamente raro nos dias de hoje. Entretanto, a decisão da Aerie de não retocar suas modelos é uma declaração com ainda mais peso se considerar quem são seus consumidores.

A marca, fundada em 2006, é direcionada para meninas entre 15 e 21 anos, jovens que ainda estão nas escolas ou acabaram de entrar na faculdade. É provado, através de muitos estudos e pesquisas, que essas jovens são altamente influenciadas pelas imagens de beleza feminina que elas veem na mídia.

É claro que uma campanha publicitária não vai resolver a complicada relação entre as garotas e a autoestima, mas quando uma marca destinada a essas meninas tão suscetíveis mostra calcinhas e sutiãs envolvendo corpos vindos da mesma realidade que elas, já é um grande passo.

Com o intuito de fazer mulheres normais se sentirem bem com elas mesmas, a marca ainda convida as jovens a postarem suas fotos no Instagram ou Twitter com a hashtag #AerieREAL.

Uma incrível iniciativa!


Famosas sem Photoshop – Cate Blanchett e Jessica Simpson Capas de revista sem retoque. 

Fotos: BuzzFeed, Huffington Post e Aerie

04 fevereiro 2014
Samantha Mahawasala

Samantha Mahawasala

Paulistana formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e com curso técnico de locução pela Rádioficina. Atuou como redatora e locutora no Grupo Bandeirantes de Rádio e também como repórter para um telejornal segmentado.