Aposte no vintage! Confira dicas de brechós em São Paulo

por Fernando Gallo
/ 17 abril 2012 / 6comentarios

Roupas tem história,  têm o dom de retratar períodos como poucas outras coisas o fazem. Em tempos de modernidade desenfreada e consumo excessivo, que tal dar uma parada, sair da sua rotina habitual de compras e experimentar o que roupas de outras épocas têm a oferecer?

Os brechós surgem como uma alternativa de consumo, tanto ética quanto estética, pois proporcionam a redescoberta de estilos e características de tempos que se foram, e ao comprar uma roupa de ‘segunda mão’ você diminui, mesmo que minimamente, os impactos que o consumo excessivo causa na sociedade.  Além de consumir o estilo vintage, que está entre as principais tendências da temporada, você pode adquirir peças exclusivas. Agora dispa-se de qualquer preconceito contra roupas usadas e aceite o brechó como uma loja que além de roupas, vende histórias!

Minha avó tinha

Um dos paraísos paulistanos para quem ama o vintage. A loja, que ocupada duas casa grandes no bairro de Perdizes, tem um dos acervos mais completos, dos anos 20 aos anos 80. A curadoria de Franz, o dono do brechó, tornou o lugar tão famoso que hoje em dia produtores e figurinistas de programas de televisão, procuram o brechó para compor suas produções.


Fotos: Minha Avó Tinha

B.Luxo.

O B.Luxo fica no lar dos hipster moderninhos de São Paulo; a Rua Augusta. Paula Reboredo e Gilberto França são os donos do lugar, e também do site de moda de rua Freak Style. Durante as viagens,Paula e Gilberto garimpam peças super hypes de todos os cantos do mundo, e esse é um dos diferenciais do brechó. Um dos mais famosos de São Paulo, o B.Luxo não faz feio e atrai pessoas de fora da capital que estão afim de garimpar aquele acessório incrível ou aquela roupa sensacional que você só encontra em brechós.


Fotos: B.Luxo; Freak Style

Bazar Unibes

Com uma pegada beneficente, o bazar da Unibes, associação Israelita no Brasil, não leva em consideração a marca do produto, e sim seu estado de conservação. O Unibes é para quem tem amor por brechós, pois nem sempre se encontra o que está procurando, e exige muita paciência para garimpar entre as várias araras dispostas no imenso galpão, mas é difícil sair de lá de mãos vazias. De óculos vintage por R$9,00 a chemisiers Dior por R$30, o Unibes reserva surpresas incríveis para quem está disposto a se jogar em suas araras.   Não é possível provar as roupas lá, e a rotatividade é grande, ou seja, gostou? Leva! Se não vai se arrepender depois. Além do bazar de roupas, a Unibes tem um bazar de móveis e objetos, tão imperdível quanto.


Unibes


O Bazar de móveis e objetos da Unibes. Fotos: Revista PEGN


Unidades

Loja 1 (Matriz): Rua Rodolfo Miranda, 293 – Bom Retiro – São Paulo.

Loja 2: Rua Rodolfo Miranda, 150 – Bom Retiro – São Paulo.

Loja 3: Av. Celso Garcia, 165 – Brás – São Paulo.

Loja 4 : Rua Guarani, 63 – Bom Retiro – São Paulo.

Loja 5: Rua George Smith, 153 – Lapa – São Paulo.

 

Juisi By Licquor (Casa Juisi)

Outro endereço certo de quem frequenta a cena moderna paulistana, o Jusi By Licquor é a casa de muitos moderninhos do mundo da moda. Produtores, cineastas e figurinistas são público costumeiro da casa, que aluga suas roupas para produções. O Juisi é um daqueles brechós que vale a pena garimpar e que dificilmente se sai de mãos abanando.


Fotos: Vila Mulher


Trash Chic

Esqueça ofertas super baratas e achados com preços incríveis, o Trash Chic é o brechó para quem gosta de marcas. O time é completo; Chanel, Dior, Balenciaga, Gucci, Alexander McQueen, entre outros nomes super cotados da moda internacional. A seleção de produtos é ótima, a loja não te da uma sensação propositalmente retrô, como nos outros brechós, parece até uma loja comum, como todas as outras. Apesar dos preços não serem os mais baixos, é possível comprar bolsas e sapatos de marcas como Chanel por metade do preço.

Fotos: Trash Chic

A Lá Garconne

A Lá Garçonne surge como um misto de brechó, loja e antiquário. O espaço, localizado no bairro de Pinheiros, em São Paulo, se divide entre as peças vintage, produtos da perfumaria Granado e roupas da marca Alcides e Amigos, criando uma harmonia nostálgica sem igual. “Vintage é o futuro!” – Declara Fábio Souza, empresário e dono da loja. “Vivemos num planeta que não suporta mais a interferência do homem poluindo a natureza com a fabricação de novos produtos, reciclar é a palavra chave para mantermos o mundo em harmonia com o homem.” Para a decoração da loja, Fábio,se baseou numa história fictícia para se inspirar, o conceito foi recriar a atmosfera de uma loja que teria sido fundada no ano 1929, e teria funcionado até meados dos anos 50 e de lá pra cá ficara abandonada e só reaberta agora sem reforma alguma, utilizando as características originais. Para isso, percorreu muitas cidades do Brasil e do exterior para conseguir os móveis e objetos adequados e que estivessem propositalmente danificados para aparentar o desgaste do tempo.

 
Fotos:
À La Garçonne

Camarim

Localizado no Campo Belo, o brechó camarim é um dos melhores representantes do segmento na zona sul de São Paulo. As peças retrô não são o foco, é possível, depois de muito garimpar, encontrar algo de décadas passadas. O foco do Camarim são as peças de segunda mão e uma ou outra grife super famosa. As roupas ficam dispostas em salas, de acordo com o segmento. Os preços não são os melhores, é preciso analisar custo benefício.


Fotos: Brechó Camarim

Amigas Vendem

Lígia Pantera e Luciane Rezende são amigas que tem closets abarrotados e, com o intuito de reciclá-los e também de ganhar um dinheirinho, tiveram a ideia de fazer um bazar. O negócio foi crescendo e deu origem ao “Amigas Vendem, uma espécie de bazar/brechó que tem versões físicas e online. São roupas e acessórios em ótimo estado, que só precisam de um novo corpinho pra passear. A maneira de comprar é a mais simples possível, adicione o perfil Amigas Vendem no Facebook , navegue pelos alguns e escolha suas compras. Um jeito sustentável e econômico de renovar o armário!


Fotos: Amigas Vendem

 

Foto de abertura:Travel Rent Holiday Apartment London

17 abril 2012
Fernando Gallo

Fernando Gallo